Trending

Porto Velho inicia workshop sobre construções sustentáveis

Ganhos para o município envolvem atração de investimentos e geração de empregos no setor

Porto Velho, RO
- Após integrar o Programa de Transformações do Mercado de Edifícios Verdes, a Prefeitura de Porto Velho promove, nesta sexta-feira (23), o workshop sobre fortalecimento de capacidade em construções sustentáveis, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero).

Porto Velho é uma das cinco capitais da Região Norte que passou a integrar o programa este ano. O workshop é o início da chamada fase de assistência técnica que deverá ter mais sete encontros até novembro deste ano.

Os ganhos para a capital, segundo o grupo, vão desde a visibilidade global para o município até a atração de investimentos e a geração de novos empregos.

“Aqui vamos abrir o diálogo para a construção de normativas e preparação do ambiente de negócios para que o município possa estimular o mercado mobiliário e da construção civil a se aproximarem das melhores práticas sustentáveis em prol da cidade”, afirma o presidente da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), Marcelo Thomé.

Na prática, ao aderir ao programa, a capital receberá, por meio da International Finance Corporation (IFC), do Grupo Banco Mundial, uma série de consultorias gratuitas sobre edificações verdes como política pública municipal.

“A ideia é que tenhamos diferentes lados, como indústria, sociedade civil, academia e a própria Prefeitura, que tragam diferentes perspectivas sobre o que pode ser feito para estimular o mercado de edificações verdes na capital”, afirma o membro da IFC, Alexandre Haddad.

O workshop reúne pastas municipais estratégicas sobre o assunto, como as secretarias municipais de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), de Meio Ambiente (Sema), de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempog), além da própria ADPVH.

O resultado da segunda etapa será um pacote de ações contendo os estímulos e incentivos ao contribuinte que aderir e investir em uma construção sustentável.


Fonte: Prefeitura de Porto Velho

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem