Trending

Homem que matou esposa por não querer que ela fosse à festa é condenado a 14 anos de prisão em RO


Tainara Kelle Marques Martins foi morta com dois tiros de arma de fogo em 2018, em um distrito de Porto Velho.


Porto Velho, RO - Gerson Rodrigues da Silva, acusado de matar a tiros a esposa Tainara Kelle Marques Martins, foi condenado a 14 anos de prisão após ser julgado pelo Tribunal do Júri em Porto Velho. A sentença do julgamento saiu na noite da segunda-feira (6).




O crime aconteceu em 2018 no distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho. Segundo investigação, Gerson matou a vítima porque não aceitou que ela fosse a uma festa.


De acordo com o Tribunal de Justiça, Gerson Rodrigues da Silva era réu pelo crime de homicídio com as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima.





Ao final do Tribunal do Júri ele recebeu a pena de 14 anos de reclusão, a ser cumprida em regime inicial fechado pelo crime de feminicídio.






A promotora de Justiça Lisandra Vanneska Monteiro Nascimento Santo, que fez a acusação do caso, chamou a pena de "branda para um crime tão violento" e com isso o Ministério Público deve recorrer da sentença.


O g1 tenta localizar a defesa do acusado.




Noite do crime




Segundo o processo, no 10 de novembro de 2018, por volta de 22h, o acusado foi a um bar do distrito de Vista Alegre do Abunã para conversar com a Tainara.


Na ocasião a mulher estava se arrumando em um quarto, que fica na parte interna do bar. Quando saiu do cômodo foi para a frente do estabelecimento, Tainara se encontrou com o Gerson, com quem tinha um relacionamento.


No entanto, ao vê-la arrumada, ele questionou para onde ela iria. Tainara disse que estava indo a uma festa. Nesse instante Gerson fez uma ameaça e, armado, atirou contra a mulher, que não resistiu mesmo sendo socorrida. Gerson fugiu em seguida, mas foi preso depois.


Fonte : G1

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem