Trending

Três pessoas foram presas em operação contra extração ilegal de madeira em Terra Ingena

Operação na Reserva Zoró encontra acampamento de madeireiros — Foto: Globo/Reprodução

Vilhena, RO - Três pessoas foram presas em flagrante, até a quinta-feira (26). A Polícia Federal (PF) deflagrou operação contra exploração de madeira e garimpo na Terra Indígena Zoró, ao lado da Reserva Roosevelt em Espigão D’Oeste (RO).

A operação da PF com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), ocorre desde o início da semana.

Ainda na quinta, as principais madeireiras de Espigão D’Oeste foram fiscalizadas e três foram interditadas por irregularidades. Além disso, três pessoas foram presas. Uma por suspeita de falsificar o documento que regulariza a madeira para transporte e comercialização.

Os agentes concentraram as ações na estrada que dá acesso a reservas indígenas próximas ao Município. Uma das principais rota da extração ilegal de madeira. Um dos objetivos deles é descobrir qual a rota que a madeira faz para chegar ao ponto final.

A operação iniciou após a polícia encontrar uma grande estrutura no meio da TI Zoró para extrair a madeira de forma ilegal. No local tinha até uma pista de pouso para avião.

Segundo a PF, os criminosos faziam retiradas de árvores de forma seletiva – quando retiram apenas árvores de alto valor.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem