Trending

Mortos pela PM ostentavam armas e rotina de crimes nas redes sociais; veja vídeo



PORTO VELHO, RO - Em um território que muitos consideram sem lei como a internet, um fenômeno desponta como símbolo de status e poder nas periferias: a ostentação do crime nas redes sociais. Sem esconder a identidade, criminosos usam principalmente o Facebook para exibir um estilo de vida ligado à violência, ao roubo e ao tráfico de drogas.

Isso foi o que os quatro mortos em confronto o com a Força Tática da PM na última segunda (21).

Matheus Henrique de Sousa Ferreira, de 26 anos, Maiki Jhonatan da Silva Santos, 25 anos, Geovani Santos da Silva,19 anos ,e João Marcelo da Conceição Pereira, 20 anos – gostavam de fazer, ostentando armas e a as iniciais do Comando Vermelho (CV).

Em um vídeo divulgado por Maiki Jhonatan é possível ouvir um dos bandidos falando com alguém pelo telefone: “E aí padrinho? Então, estamos aqui pegando todo mundo, tá ligado? Já reviramos a casa, cadê os ouros,M gurizada? Vocês pegaram alguma coisa?”, diz. Ele morava no bairro São José, em Sorriso ( a 340 km da Capital) e tinha três mandados de prisão em aberto por latrocínio (roubo seguido de morte), além de roubo de armas em Tapurah e Colíder.

João Marcelo também tinha diversas passagens criminais e era conhecido da polícia em ocorrências de roubo, tráfico de drogas, receptação e furto. Ele era o único que portava documento e seu nome. O grupo estava estavam armados com submetralhadora, dois revólveres e duas pistolas. Objetos esses que aparecem nas imagens gravadas por eles.




Fonte: PortalCM7

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem