Trending

População da Ponta do Abunã em Porto Velho sem testes de Covid-19

Falta de material para exame deixa população mais aflita


Porto Velho, Rondônia – Segundo informações da imprensa dos distritos, o agravamento da pandemia está deixando a população aflita, mas o retorno do serviço público não tem sido atisfatório diante da situação de urgência.

Isso porque a elevação rápida e acentuada dos casos de contaminação perversamente coincide com o fim da disponibilidade de materia para testagem na UBS de Extrema, e o que há de disponível no hospital do distrito ficou reservado para pacientes internados ou em observação.

A maioria dos morados da região não dispõe de dinheiro para fazer o exame em laboratório particular, sendo que o mais barato por lá só existe em Nova Califórnia, ao custo de R$ 150,00.

A situação é desesperadora, e as autoridades de saúde da capital informaram aos servidores do sistema local que apenas na semana que vêm será possível conseguir mandar material aos distritos, dada a grande demanda na área urbana de Porto Velho.

A população levou o apelo ao vereador Everaldo Fogaça (Republicanos), que prometeu empenho em tentar sensibilizar o Executivo para agir o mais rápido possível a fim de atender a comunidade da região.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem