Trending

Simone Tebet aceita comandar o Ministério do Planejamento

 




A senadora Simone Tebet (MDB), que ficou em terceiro lugas nas eleições à Presdiência da República e apoiou o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no 2º turno, vai aceitar o comando do Ministério do Planejamento do futuro governo petista. De acordo com a jornalista Míriam Leitão, a decisão foi anunciada pela própria senadora, durante conversas com a liderança do seu partido.

Fontes do MDB afirmam que ela nunca exigiu o Planejamento "turbinado" pelos bancos públicos, mas imaginou que função da pasta seja planejar as ações da administração direta e indireta, levando sugestões, por exemplo, para políticas habitacionais e de apoio e fomento ao agronegócio, na Caixa e no Banco do Brasil, respectivamente.

Tebet espera ter controle do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), a secretaria de coordenação das estatais, incluindo os bancos, e ainda do IBGE e do Ipea.

Neste mês de dezembro, a emedebista se despede do Senado, após ter cumprido 8 anos de mandato. Ela chegou a ser cogitada para o Ministério do Meio Ambiente, mas segundo o G1 Nacional, a senadora informou que só aceitaria o cargo se houvesse um acordo com Marina Silva.

O deseja inicial seria algum órgão ligado a programas sociais. Por isso, Tebet também foi cotada para ser a titular do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), responsável pelo Bolsa Família e outros programas assistenciais. Mas o cargo de ministro desta pasta acabou indo para o senador eleito Wellington Dias (PT-PI), conforme já anunciado por Lula.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem