Trending

Musk enfrenta investigação federal sobre acordo para comprar Twitter

Empresa quer acesso a comunicações com autoridades

Porto Velho, RO -
O empresário Elon Musk está sob investigação federal dos Estados Unidos por conta de seu acordo de US$ 44 bilhões de dólares para a aquisição do Twitter, afirmou a empresa de rede social em um processo judicial divulgado nesta quinta-feira (13).

O Twitter disse que solicitou aos advogados de Musk que apresentassem suas comunicações com as autoridades federais meses atrás, mas eles não o fizeram. A empresa disse, ainda, que pediu a um juiz do Estado de Delaware que ordenasse que os advogados fornecessem os documentos.

No final de setembro, os advogados de Musk forneceram um "registro de privilégios" identificando documentos a serem mantidos sob sigilo. O registro fazia referência a rascunhos de um e-mail de 13 de maio para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) e uma apresentação de slides para a Comissão Federal de Comércio, disse o Twitter.

A defesa de Musk não respondeu a um pedido de comentário.

O pedido judicial foi protocolado em 6 de outubro, mesmo dia em que o tribunal concedeu a suspensão do litígio para permitir que o Twitter e Musk fechassem o acordo de aquisição.

A SEC questionou os comentários de Musk sobre a aquisição do Twitter. Em abril, a SEC perguntou a Musk se a divulgação de sua participação de 9% no Twitter estava atrasada e por que indicava que ele pretendia ser um acionista passivo. Mais tarde, Musk refez a divulgação para indicar que ele era um investidor ativo.

Em junho, a SEC perguntou a Musk em uma carta se ele deveria ter alterado o documento público para refletir sua intenção de suspender ou abandonar o acordo.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem