Trending

Mais de 500 alunos já realizaram consulta oftalmológica através do Programa de Saúde Escolar

Projeto da Prefeitura de Porto Velho já ofertou 198 óculos sem custos para as crianças

Porto Velho, RO - O desenvolvimento e aprendizado do pequeno Hélio Cauã, 9 anos, aluno da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Tucumã, localizada na zona Sul de Porto Velho, melhoraram bastante desde que o aluno passou a usar óculos para correção da visão. O estudante foi um dos contemplados pelo Programa de Oftalmologia da Prefeitura de Porto Velho, executado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Somente este ano, 527 alunos já passaram por consulta oftalmológica e 198 óculos foram confeccionados sem custo algum para os responsáveis pelas crianças. A professora Andréa Assunção, acompanhante do menino com Transtorno do Espectro Autista, conta que sentiu que ele se incomodava de alguma forma em sala de aula.

“Ele reclamava muito de dor de cabeça, às vezes ele não queria fazer as tarefas. Eu percebia que ele tinha alguma dificuldade, comuniquei à professora titular, que repassou a demanda à direção, sendo assim solicitada a consulta. Hoje ele já chega, coloca o óculos e fica tudo bem”, detalhou Andréa Assunção.

A mãe do menino, que já tem outros gastos com saúde, agradece a ajuda

Porto Velho, RO - Para a mãe, que já tem outros custos com a saúde do filho autista, identificar o problema e solucionar com o apoio da Prefeitura foi uma grande ajuda. “Nunca percebi nenhuma dificuldade dele, pois nunca o vi reclamando. 

A escola me ligou avisando que ele havia sido chamado pra uma consulta, foi quando fiquei bastante surpresa em relação ao grau dele. Ele se adaptou rápido ao óculos, ele mesmo sente a necessidade de colocar. Foi uma benção não ter esse custo. Foi ótimo pra ele e pra mim, como mãe, me ajudou bastante”, disse Miely Pereira Freitas, agradecendo o cuidado.

Conforme o Departamento de Saúde Escolar da Semed, o programa é contínuo e diariamente são realizados atendimentos. Dentro de 15 dias, novos óculos devem ser entregues. A triagem e agendamento são realizadas pelas próprias escolas da rede.

Os alunos que necessitam usar óculos podem escolher dentre 50 armações diferentes disponíveis no mostruário da Semed, de acordo com a lente indicada pelo médico. Tanto a clínica de consultas, quanto o laboratório que confecciona os óculos foram contratados via licitação.


Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem