Trending

Vice-presidente do Paraguai diz que vai renunciar ao cargo

 Anúncio foi feito após denúncia de corrupção nos EUA

Porto Velho, RO - O vice-presidente paraguaio, Hugo Velázquez, afirmou nesta sexta-feira (12) que irá renunciar e retirar sua candidatura à Presidência do país, após ser colocado pelos Estados Unidos em uma lista de supostos atos de corrupção.

Velázquez negou a acusação, mas disse que, para "proteger" seu partido, irá submeter seu pedido de renúncia na semana que vem.

"Eu falo com a calma que meu comportamento me dá, porque eu não fiz o que eles estão me acusando", disse ele à estação de rádio Monumental. "Eu estou falando com a consciência limpa".

O Departamento de Estado dos EUA acusou Velázquez mais cedo nesta sexta-feira de envolvimento em atos significativos de corrupção.

Uma nota do Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, diz que o sócio de Velázquez Juan Carlos Duarte ofereceu propina a uma autoridade pública paraguaia para "obstruir uma investigação que ameaçava o vice-presidente e seus interesses financeiros".

A propina oferecida era maior que 1 milhão de dólares, afirmou o embaixador do Paraguai, Marc Ostfield, em nota.

Duarte disse que renunciou e que iria cooperar com as autoridades, mas não comentou diretamente as acusações.

"Isso me surpreende. Eu vou me colocar à disposição deles e perguntar informações relevantes", disse ele à Reuters, acrescentando que renunciou pois "é uma posição pública e preciso honrar as instituições".


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem